sábado, 13 de julho de 2013

Febre amarela sintomas e causas

Febre amarela sintomas e causas
A febre amarela é uma doença infecciosa, causada por vírus e transmitida por mosquitos em áreas urbanas ou silvestres. Sua manifestação é idêntica em ambos os casos de transmissão, pois o vírus e a evolução clínica são os mesmos — a diferença está apenas nos transmissores. No ciclo silvestre, em áreas florestais, o vetor da febre amarela é principalmente o mosquito Haemagogus. Já no meio urbano, a transmissão se dá através do mosquito Aedes aegypti (o mesmo da dengue). A infecção acontece quando uma pessoa que nunca tenha contraído a febre amarela ou tomado a vacina contra ela circula em áreas florestais e é picada por um mosquito infectado. Ao contrair a doença, a pessoa pode se tornar fonte de infecção para o Aedes aegypti no meio urbano. Além do homem, a infecção pelo vírus também pode acometer outros vertebrados. Os macacos podem desenvolver a febre amarela silvestre de forma inaparente, mas ter a quantidade de vírus suficiente para infectar mosquitos.

Sintomas da Febre amarela:

Febre, dor de cabeça, calafrios, náuseas, vômito, dores no corpo, icterícia (a pele e os olhos ficam amarelos) e hemorragias (de gengivas, nariz, estômago, intestino e urina).

Tratamento da Febre amarela:

O tratamento requer cuidados na assistência ao paciente que, sob hospitalização, deve permanecer em repouso com reposição de líquidos e das perdas sangüíneas, quando indicado. Nas formas graves, o paciente deve ser atendido numa Unidade de Terapia Intensiva.

Prevenção da Febre amarela:

A vacina é gratuita e está disponível nos postos de saúde em qualquer época do ano. É administrada em dose única a partir dos 9 meses de idade.
Deve ser aplicada 10 dias antes de viagens para as áreas de risco de transmissão da doença.

A vacina leva dez dias para fazer efeito.

A vacina vale por dez anos e não se deve tomar duas doses nesse período, pois aumenta o risco de efeitos colaterais e de doenças.

A vacina pode provocar reações como mal-estar, dor de cabeça e febre, que desaparecem sozinhas. Se isso não acontecer, é preciso procurar um médico.

Mulheres grávidas, pessoas alérgicas a ovo e quem toma remédios ou tem doenças que comprometem a defesa do organismo devem consultar um médico antes de tomar a vacina.

O Aedes aegyptiprolifera-se nas proximidades de habitações, em recipientes que acumulam água limpa e parada. Para evitar a proliferação do mosquito devem ser adotadas medidas simples como colocar areia nos pratinhos de plantas, cobrir recipientes que acumulam água - lixeiras,pneus,caixas d'água, tonéis,retirar água de lajes,desentupir calhas,guardar garrafas de vidros ou pet,baldes e vasos vazios e de boca para baixo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores

Google+ Badge

Postagens populares

Prestação de serviço

  • "TAMBÉM PODERÁ GOSTAR DE:"
  •